Pontual MT
Faça sua busca
Quinta-Feira, 02 Dez 2021

Devedores do cartão de crédito passam a pagar mesma taxa de clientes adimplentes

Normalizando assim a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ)

01 Jun 2018 às 19:46
Daniele Novais - Jornalista do PontualMT com Agência Brasil
Cartão de Crédito (Daniele Novais - PontualMt)
A partir dessa sexta feira (1), clientes devedores do cartão de crédito rotativo, passam a pagar a mesma taxa de juros dos consumidores adimplentes. 

No mês de Abril o Conselho Monetário Nacional (CMN), órgão responsável pela objetivação e estabilidade da moeda e o desenvolvimento econômico e social do País, limitou e padronizou os juros para essa modalidade. Normalizando assim a decisão do Superior Tribunal de Justiça. (STJ).

Ao pagar menos que o valor total da fatura do cartão, o consumidor adere automaticamente ao credito rotativo, que tem a duração de 30 dias. Passado o prazo, os bancos, cooperativas, sociedades de créditos e sociedade corretoras, transferem a divida para o credito parcelado.

Antes da nova regra, a taxa para os clientes que pagavam menos do mínimo, chegava a 396,9% ao ano, contra os 238,7% dos clientes regulares, de acordo com o Banco Central (BC). 

Agora, a taxa passa a ser única, o que para o Caixa Gabriel Martins, 21, é uma boa notícia “eu ainda acho a taxa bastante alta, mas já ajuda. Esse mês mesmo estou no credito rotativo e vai mas alguns meses para eu me organizar.”

as mais lidas
tempo Alta Floresta
°
facebook
notícias

Geral

Número de mulheres mortas aumenta quase 70% em MT no 1º...

Neste ano, 32 mulheres foram vítimas de feminicídio

Geral

Incêndios na Amazônia aumentam em julho

O desmatamento subiu 25% no primeiro semestre

Brasil

Brasil passa de 70 mil mortes por coronavírus

O numero de casos supera 1,8 milhão

Geral

IFMT inaugura laboratório para testes de Covid-19 em Alta...

Hoje as cidades da microrregião só fazem os chamados “testes rápidos”

Geral

Prova de vida de aposentados e pensionistas é suspensa até...

Adiamento foi decidido para evitar contaminações por covid-19

veja mais