Pontual MT
Faça sua busca
Sábado, 16 Out 2021

Mais de 20% das casas em MT não tem internet, diz IBGE

Pesquisa foi realizada no quarto trimestre de 2018, e analisou o acesso dos domicílios brasileiros à Tecnologia da Informação e Comunicação...

02 Mai 2020 às 10:45
G1 MT
Foto: Divulgação Internet
O uso de internet aumentou nos últimos anos, entretanto, 21,5% da população de Mato Grosso ainda não tinha acesso à conexão em casa até 2018, conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nessa sexta-feira (21), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa foi realizada no quarto trimestre de 2018, e analisou o acesso dos domicílios brasileiros à Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Segundo o levantamento, o percentual de casas que utilizavam a internet no estado era de 78,5%, em 2018. Em 2017, era de 75,1%.

O equipamento mais usado para a conexão foi o celular, encontrado em 99,6% das casas com serviço. O segundo foi o microcomputador que, no entanto, só era usado em 45,3% dos lares.

Já o acesso à internet pela televisão subiu de 9,4% para 20,8%, de 2017 para 2018.

Ainda de acordo com o IBGE, de 2017 para 2018, o índice de casas em que havia televisão caiu de 93,6% para 93%.

Conforme a pesquisa, o percentual de pessoas de 10 anos ou mais de idade que utilizaram a internet no período de referência foi de 77,8%, em Mato Grosso. A alta em comparação com o ano anterior do levantamento foi de 5%.
as mais lidas
tempo Alta Floresta
°
facebook
notícias

Geral

Número de mulheres mortas aumenta quase 70% em MT no 1º...

Neste ano, 32 mulheres foram vítimas de feminicídio

Geral

Incêndios na Amazônia aumentam em julho

O desmatamento subiu 25% no primeiro semestre

Brasil

Brasil passa de 70 mil mortes por coronavírus

O numero de casos supera 1,8 milhão

Geral

IFMT inaugura laboratório para testes de Covid-19 em Alta...

Hoje as cidades da microrregião só fazem os chamados “testes rápidos”

Geral

Prova de vida de aposentados e pensionistas é suspensa até...

Adiamento foi decidido para evitar contaminações por covid-19

veja mais